Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. Salmos 42:1

sábado, 25 de setembro de 2010

Crucificando o tempo

para ter mais tempo para você

Introdução: Esta noite irei falar sobre investir tempo no casamento. Uma programação como esta por exemplo, é uma excelente maneira de investir tempo no casamento. O problema é que muitos casais, só investem tempo no seu cônjuge uma vez por mês, no encontro de casais. Esta mentalidade irá gerar sérias conseqüências para o relacionamento. Uma destas conseqüências é uma extrema falta de intimidade ou ainda uma falta de conhecimento acerca do seu cônjuge. Quero começar lendo uma poesia e peço que os irmãos meditem em cada uma destas estrofes. (a poesia está no Post anterior.)

Leitura: Ef.5:15,16

15 Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscio, e sim como sábios,

16 remindo o tempo, porque os dias são maus.

Ao ler esta passagem, logo me vem à mente o livro de Provérbios. Se eu não conhecesse ainda o livro de Efésios e me perguntassem, a qual livro da Bíblia pertence esta passagem? Logo eu diria, Provérbios. A razão da minha resposta se dá pelo fato de que este livro de Salomão fala quase em sua inteireza do contraste entre o tolo e o sábio. Mas é muito curioso o fato de encontrarmos uma porção sapiencial dentro das epístolas. Com toda certeza se você fosse um judeu, você já teria percebido este fato desde a primeira vez que leu o livro de Efésios. Paulo em sua carta, usando a fórmula proverbial (tolo/sábio) vai nos advertir de uma maneira bem clara em relação a nossa mordomia do tempo. O apóstolo afirma que você pode ser um tolo ou um sábio, a decisão é sua. Tudo depende de como você irá lidar com o tempo que você tem. Costumo dizer que brasileiro consegue dar um jeitinho em tudo, mas ele jamais conseguirá parar a ampulheta do tempo. Nós, raça humana, somos finitos e uma maneira clara de Deus deixar este recado, foi justamente nos colocando debaixo de um tempo cronológico. Vivemos em algo que chamamos de história. Nós temos alguns anos, alguns dias, algumas horas, minutos e segundos; e nada mais.

Mateus 6:27 Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?

O.T. Por isso é tão significante o alerta que Paulo faz no início do versículo 15.

"Vede prudentemente como andais" isto significa: "ATENÇÃO". Esta frase é uma recomendação para a forma como devemos andar, a fim de que estejamos sempre em alerta, em constante estado de vigilância. Uma figura boa para entender esta Expressão é: Um homem andando numa corda bamba a vários metros de altura do chão. Imagine-se nesta situação. Por certo cada passo dado na corda, seria muito bem calculado. Você jamais poderia pisar em falso. Cada pedacinho da corda é importante. Um pequeno descuido e já era. Esta mesma palavra aparece em: I Ts. 5:2 e transmite esta idéia:

“pois vós mesmos estais inteirados com precisão

de que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite”.

O que vai definir nesta passagem o tolo e o sábio é exatamente o versículo 16: Paulo afirma que o tolo anda de qualquer maneira, sem preocupar com o tempo, não existe gerenciamento desta área, ele simplesmente diz como o filósofo da cachaça “deixa a vida me levar”. Este é o tolo. Mas e o sábio Paulo? Ele sabe:

Remir o tempo - O verbo no original (presente) denota a idéia de algo contínuo. É uma ação que você deve atentar todos os dias da sua vida. Não basta simplesmente resgatar o tempo hoje. Não basta simplesmente priorizar sua família uma vez no ano, no aniversário dela ou dele e pronto. A idéia é soltar ou resgatar um prisioneiro todos os dias. Lembram da idéia do malabarista. A cada passo dado você deve atentar em como está empregando o seu tempo. Você tem sido insensato ou sábio?

Esta palavra remir é a mesma que redimir e é usada também para a pessoa de Cristo. Gálatas 4:5

“para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção de filhos.”

Ele liberta o eleito da dominação da lei mosaica pelo preço de sua morte vicária. Vejam que um preço foi pago, e um alto preço para que nós fossemos libertos da escravidão. Isto significa que também não será fácil remir o tempo. Você terá que se sacrificar, pagar um preço elevado também para que você tenha tempo para seu cônjuge e para seus filhos. Você terá que seguir o exemplo da crucificação de Cristo. Você terá que matar muito dos seus prazeres individuais, aquele “raxinha” com os amigos enquanto sua esposa fica só em casa, aquele bate papo de horas enquanto sua esposa em casa não tem com quem conversar. Vai ser difícil, mas você só conseguirá ter um tempo para priorizar sua família se você pregar um prego nas mãos destas várias outras tarefas que te aprisionam.

É interessante que esta mesma construção que aparece em Ef.5:16 “remindo o tempo” aparece exatamente em outra passagem, mas foi traduza de maneira diferente. Vejamos Cl.4:5

Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades.

Sendo assim poderíamos também traduzir Ef.5:16 assim: Aproveitando o tempo porque os dias são maus.

Mas por que você deve fazer isto? Por que tem que haver tanto sacrifício? A resposta é:

"... porque os dias são maus" Esta expressão indica condições desfavoráveis para a vida do cristão. Os dias se tornaram mal sobre a terra desde que Adão pecou e a terra foi amaldiçoada juntamente com ele. A partir daquele momento, o homem teria que suar a camisa para conseguir o pão de cada dia. O homem plantaria e juntamente com o fruto nasceria mato. O tempo que o homem gastava antes no trabalho, agora seria exponenciado. Tudo nesta vida envolve tempo. Você não consegue fazer uma tarefa sequer sem perder tempo. Tudo nos distrai, apela para nossa carne. Se vou vai fazer uma simples pesquisa na internet, me envolvo com tantas distrações que quando olho o relógio já se passaram várias horas e nem sequer fiz a pesquisa. Tudo corrobora para aprisionar, para deter o seu tempo sem que você nem perceba. Você senta na Tv para ver apenas o noticiário e quando menos espera, já foi a novela e já está no filme da sessão das dez.

O que está passagem nos adverte é abra bem os olhos. Não perca tempo com coisas fúteis, isto é coisa de tolo. Não tem como sobre a corda e ficar olhando para os lados. Invista seu tempo no que realmente vale à pena. Seja focado. Não espere que o mundo pare para que você tenha tempo para seu cônjuge, lembre-se os dias são maus, eles sempre buscarão mais uma estratégia de prender o seu tempo. É você que tem que tomar uma decisão. É você que tem que parar, ainda que o mundo continue a passar.

Costumo afirmar que administramos nosso tempo de acordo com as nossas prioridades. Ou seja, eu tenho tempo para o que eu realmente valorizo. Eu tenho tempo para o que o meu coração considera valioso. Em outras palavras, quando não temos tempo, e tempo de qualidade, não me refiro ao resto do seu dia não, para seu cônjuge e filhos, significa que eles não são a prioridade da sua vida. Não, que é isso! Eu não concordo com isso não! Eu amo minha família! Ama com a boca e mas afirma outra coisa com as atitudes. Ou eles não têm significado real para você ou simplesmente você ainda não notou que precisa demonstrar este amor. Não basta ter sentimentos, eles devem produzir atitudes.

Porque muitos casais dedicam cada vez menos tempo para estarem juntos depois de casados?

1. Porque eles pensam que pelo fato de conviverem juntos, dormir juntos e comer juntos, já é suficiente. (Qual a diferença deste tipo de relacionamento para o de um casal de passarinhos engaiolados?)

2. Por causa do excesso de trabalho.

3. Por causa da decisão impensada de fazer vários cursos de graduações e pós-graduações ao mesmo tempo.

4. Por causa da tendência natural do homem pecador de seguir seus próprios caminhos egoístas.

5. Por levar trabalho para casa

6. Por causa das horas vendo televisão, na internet, lendo, fazendo compras etc.

Quais as consequências de não dedicar tempo para seu cônjuge?

1. Surgem as suspeitas, dúvidas e desconfianças um do outro.

2. Cada um se transforma em um carro forte (Fechado, seguro e cheio de valores escondidos)

3. A infidelidade conjugal passa a ser um perigo real.

4. Nascem as incompreensões e os desentendimentos conjugais; e normalmente não são resolvidos por falta de tempo. Se acumulam.

5. Nenhum dos dois tem tempo para fazer o culto familiar.

6. A criação dos filhos é negligenciada ou simplesmente terceirizada.

Como as coisas seriam diferentes nos nossos relacionamentos conjugais se atentássemos mais para as necessidades de nosso cônjuge, se nos preocupassemos um pouco mais com a sua vida espiritual, se dedicássemos tempo ao cônjuge para rir junto com ele dos acontecimentos da vida, para simplesmente admirarmos a beleza um do outro, para realizarmos sexualmente ao outro, para tomarmos um sorvete, para brincarmos com os filhos, para escrevermos um bilhetinho romântico para o outro, para admirarmos juntos a criação de Deus.

Concluindo quero afirmar que “O tempo perdido não volta mais” Cada momento da sua vida é único. Como você está usando seu tempo? Você tem aproveitado bem? Quantas pessoas dariam tudo que possuem por mais um minuto de vida! O tempo é algo que vivemos, mas normalmente não paramos para analisar sua importância. Vivemos como se sempre fossemos ter outra oportunidade. Vivemos com uma falsa segurança acerca do tempo. Cremos que hoje é apenas mais um dia, e amanhã terá outro e assim por diante. É exatamente por não termos consciência do valor do tempo que quando perdemos alguma pessoa querida nos desesperamos. Queríamos apenas mais um momento para dizer para a pessoa o quanto ela é importante na vida, o quanto eu a amava. Lembre-se que o tempo passa e você pode ser pegue de surpresa. Hoje é o tempo a ser valorizado.

Se você tem sido negligente com o tempo, saiba que ainda há esperanças. Você pode mudar seus pensamentos e atitudes acerca do tempo a partir de agora. Não é tarde demais para mudar. Suas atitudes podem ser de hoje em diante mais refletidas, você deve decidir valorizar mais seu tempo.

Quem você decide ser: uma esposa tola ou sábia? Um marido insensato ou sábio. Lembre-se que isto é definido pela mordomia do tempo. Sua família é muito valiosa para viver suplicando e sendo abastecida apenas com as migalhas do tempo que te sobram. Valorize o que realmente tem valor!

Um comentário:

  1. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir